segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Uma flor Selvagem – Susan Wiggs


Um flor Selvagem

Susan Wiggs

 


Título original: Texas Wildflower

CHE 195

Sinopse:

Texas, Estados Unidos, 1843

Um amor que surgiria na batalha por um mesmo ideal...

Depois de anos tentando realizar seu sonho, Sheyla Mulvane finalmente teve uma chance: foi contratada por um poderoso juiz para trabalhar como detetive e prender o charmoso agente secreto Justin McCord. No entanto, para sua surpresa, o juiz queria obrigar Justin a casar-se com ela!

Estava fora dos planos de Justin ter uma esposa. Mas quando descobriu que deveria se casar para conseguir realizar sua missão, não teve escolha senão aceitar a temperamental Sheyla. O destino, então, prega uma de suas peças, e o jogo toma outro rumo: ela e o agente secreto são tomados de uma paixão tão selvagem quanto a terra que amam!

08

Sheyla prende Justin para que ele se case com a filha de um poderoso juiz, mas para fugir do destino que o espera, Justin vira o feitiço contra o feiticeiro e obriga Sheyla a casar-se com ele, pois já estando casando ninguém poderia o obrigada a contrair núpcias indesejadas.

Ligados um ao outro, Justin e Sheyla começam a ter sentimentos e desejos um pelo outro, mas a relação entre os dois é muito tumultuada Justin quer que ela se comporte como ele acha que uma esposa deve se comportar, já Sheyla não consegue assumir nenhuma postura submissa, pois faz parte de sua natureza ser independente.

Achei um romance muito xoxo, não fez muito a minha cabeça, tanto que esse foi o livro que deixei para ler pro último no mês de agosto, quando o peguei emprestado lá no encontro mensal do ARFortaleza.

A capa também não me estimulou muito, eu olho para essa capa e vejo o Fred Mercury com roupas de época, esse bigodinho matou meu interesse e o livro também não era lá essas coisas.

Mas é questão de gosto, da forma como eu não gostei outra pessoa pode amar. Achei o enredo muito sem sal e muito vagaroso.

Justin merece uns belos tabefes por ter às vezes uma postura tão machista e a Sheyla também merece levar uns tabefes meus por ser tão chata e se meter aonde não deve.

Eu bateria em quase todos os personagens desse livro., eles merecem.

AlexandrinaBx

3 comentários :

  1. Oiii,

    Ah este acho que eu passo, pela resenha e pela capa tbm rs

    Sobre o segredo de Emma que vc comentou no blog, eu tbm acho que daria um filme super engraçado. Eu gostei muito do livro, morri de rir, só o final que me decepcionou. Queria ver ela de namorada do chefe toda toda no serviço sabe? rsrsrs

    bjoo

    ResponderExcluir
  2. Menina, a underworld manda bem de mais!!!! Adorooooo
    Mal posso esperar pra ler os livros dela.
    bjsss

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...