sábado, 12 de fevereiro de 2011

Ovelha Negra - Georgette Heyer


Sinopse

A rica Abigail Wendover, ainda solteira aos 28 anos, ocupa seu tempo com as obrigações sociais da época. Sua mais nova preocupação é a paixão da sobrinha Fanny pelo belo, mas interesseiro Stacy Calverleigh. Para protegê-la, Abby procura Sr. Calverleigh.

Acaba encontrando, porém, o tio de Stacy, Miles: a ovelha negra da família. Ele fez fortuna na Índia, mas é repudiado pela “boa sociedade” devido a um antigo escândalo.

O encontro dará início a um mútuo encantamento. Construído com leveza e sensibilidade, Ovelha negra retrata a Inglaterra do início do século XIX, abordando as limitações e as possibilidades das convenções sociais. Uma divertida e bela história.

Georgette Heyer é imbatível.    THE SUNDAY TELEGRAPH

Quando comecei a ler esse livro me senti transportada para o universo Jane Austen. O livro é (no começo) bem parecido com os livros de Austen. No decorrer da leitura você se pega vendo as particularidades de Georgette. Ela é muito sagaz. E usa a sua sagacidade em umas passagens cômicas muito boas.

O livro nos traz a história de Abby Wendover uma moça de 28 anos considerada velha para casar na alta sociedade inglesa do século XIX. Abby é uma pessoa a sua frente. Apesar de ter bem claros os costumes e "regras" de etiqueta da época, sabe impor-se como ninguém. Ao saber do "amor" de sua sobrinha por Stacy Calverleigh fica preocupada. Afinal sua sobrinha é muito nova e ingênua. E principalmente muito rica. Quem seria esse Stacy? Um caçador de dotes?

Ao conhecer um Sr. Calverleigh (Miles) fica impressionada com a sua idade. Como a sua sobrinha pode se interessar por alguém tão mais velho?! E como ela mesmo pode sentir-se atraída por ele?!

Miles é um pária da sociedade. Por ter aprontado muito na juventude foi "despachado" para a Índia. Mal sabia ele, assim como a sociedade, que não poderia ser melhor. Fez fortuna. E tomou gosto pelos negócios. Fica encantado com Abby.

Devido às inúmeras imposições da época, Abby não quer se entregar a esse amor. E ainda tem que resolver o problema de sua sobrinha Fanny. Cuidar da irmã hipocondríaca Selina. E não se apaixonar por Miles. Livro leve e divertido uma boa pedida. Gostaria apenas que a autora tivesse explorado mais a vida e o amor dos dois. Assim como a história de Fanny e de seu amigo Oliver.

7 comentários :

  1. Fiquei curiosa, adoro Austen e concerteza vou gostar desse livro.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa, acredita que esses dias eu quase ia comprando esse livro numa livraria? Só não o fiz porque fiquei na dúvida. Mas agora, depois de ler sua resenha, pensa numa pessoa arrependida por não ter comprado, pensa... rs

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Esse ta na lista de desejos, será que será mais um daqueles livros que vão me fazer arrancar os cabelos?
    Gostei da resenha!
    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Esse já está na lista... estou doida pra ler um livro dessa autora...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  5. Aff... não comprei esse livro ainda, mas queria tanto ler. Preciso colocar nas prioridades... rs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...