sexta-feira, 11 de março de 2011

Nove Plantas do Desejo e a Flor de Estufa - Margot Berwin–@intrinseca

sub_sinopse

Romance de estreia de Margot Berwin, Nove plantas do desejo e a flor de estufa, teve os direitos cinematográficos adquiridos por Julia Roberts antes mesmo de seu lançamento.

A protagonista Lila Nova, redatora de uma agência de publicidade recupera-se de um divórcio doloroso quando percebe que sua vida é igual à sua casa: comum, nova e vazia. Mas quando conhece o belo vendedor de plantas, David Exley, um mundo todo novo se revela, e ela resolve abandonar seu ?mantra pessoal? ? nada de animais de estimação, nada de gente, nada de problemas ?, descobre uma nova paixão, compartilhada pela autora: plantas.

Ela embarca numa viagem pelas florestas de Yucatán atrás de nove plantas místicas que trazem fama, fortuna, imortalidade e paixão. Sozinha na selva, é obrigada a aprender mais do que possa ter sonhado sobre si mesma. Uma empolgante viagem sobre  amor e autoconhecimento,Nove plantas do desejo e a flor de estufa alia mistério, aventura, e excitação, em todos os sentidos possíveis.

sub_ficha_tecnica

Editora: Intrínseca
ISBN: 978-85-8057-000-7
Ano: 2011
Páginas: 248
Tradutor: Adalgisa Campos da Silva

A capa me fez lembrar um livro sobre jardinagem e como não sou lá uma pessoa muito chegada a plantas e jardins olhei meio torto para o livro, porém a estória não é como imaginava a princípio.

Nesse livro conhecemos Lila, redatora publicitária uma recém-separada, que entra em um processo de auto-descoberta, ela conclui que sua vida é como sua casa impessoal e vazia, então conhece o bonitão David Exley, um daqueles caras com estilo bem rústico, pele bronzeada de trabalhar ao sol e que vende a nossa protagonista sua primeira planta.

Vamos conhecer Armand, um senhor dono de uma lavanderia bem diferente e que conta a Lila sobre as nove plantas do desejo.

Lila sempre teve o problema de se envolver com homens errados e isso continua, fora o defeitinho dela ser gananciosa, isso a leva a ter que empreender uma viagem ao México para reparar os prejuízos ocasionando por um erro seu.

Esse processo de auto- descobrimento se assemelha um pouco com Comer, rezar, amar, quem não curtiu o estilo de Comer, rezar, amar provavelmente não gostará muito de Nove Plantas do Desejo e a Flor de estufa.

O enredo é um tanto morno e previsível, em alguns momentos realmente fiquei impaciente lendo da trama, em alguns momentos achei os diálogos muito rasos e óbvios, e sem contar que como careta que sou não me agradou em nada a maneira como a autora faz uma apologia as drogas de forma velada.

Particularmente não me identifiquei muito com o livro e acho que leitores mais jovens talvez também não se identifiquem tanto por não ser um livro muito dinâmico.

Mas assim como eu não me identifiquei, você pode se identificar completamente com a trama, para quem gostou de Comer, rezar, amar já é um indício de quem poderá gostar e muito de Nove Plantas do Desejo e a Flor de estufa.

Sem contar que a Julia Roberts adquiriu os direitos cinematográficos da obra.

Margot Berwin concluiu o MFA-Master of Arts in Creative Writing, na New School, em Nova York. Seus contos foram publicados no Nerve.com na New York Press, e na antologia The Future of Misbehavior. Berwin trabalhou em publicidade durante muitos anos e mora em Nova York


blog_parceiro

ale girl pingente

Page 1_r1_c3 @alexandrina_ufc


Chegou até aqui? Comenta né. Concorda ou discorda, diga sua opinião. Seu comentário é o meu combustível.

6 comentários :

  1. Olá!!!
    Todas as resenhas que havia lido até agora eram super positivas. Acho legal quando encontro alguém que não curtiu tanto assim ou que as vezes não curtiu, pois não acredito em livros que agradam TODO mundo. Nem Deus conseguiu isso.
    Ainda não decidi se quero ou não ler.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu também pensei que o livro tinha algo a ver com jardinagam, mas a capa é linda!

    Bem como eu ainda não li Comer, rezar, amar , não posso dizer que conheço o estilo do livro.
    Só lendo pra saber.
    Quem sabe eu gosto?

    ·´)>Miss Parker<(`·
    ¨~°ºð Leituras & Fofuras ðº°~¨

    ResponderExcluir
  3. Como não li Comer..... não posso julgar a narrativa.
    Esse livro está na minha wishlist pela capa e pela sinopse. Apesar da crítica sobre os jovens talvez não gostarem, pretendo ler.

    Ralf
    meus-erros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Não me interessou muito e estou cheia de livros nesse estilo pendente em casa para ler.
    Este vou passar!

    Monique

    ResponderExcluir
  5. Ei Ale,

    Ah concordo, eu também tive a mesma impressão que você. Fiquei lendo outras resenhas e pensando, será que todo mundo gostou deste livro menos eu? devo ter algum problema kkkkkkkkkk
    Achei muito sem noção tudo, tem coisas que nem falei na resenha para não soltar spoiler mas aquela busca na floresta é viajante demais.

    bjoo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...