quarta-feira, 16 de março de 2011

Rede de Sedução – Penny Jordan

 

825

Á Meia-luz do luxuosos quarto do castelo, os olhos cor de safira espelhando o medo e uma ansiedade profunda, Hope esperava Alexei Serivace, que viria completar uma cruel vingança contra seu pais, sir Henry Stanford. Sabia que aquele homem iria possui-lá sem remorsos, tirar-lhe a inocência resguardada nos longos anos que passara no convento apenas para satisfazer sua enorme sede de punir o causador da desgraça de sua família.

Mas Alexei não queria apenas subjugar seu corpo virgem. Desejava submete-la a deliciosas carícias jamais experimentadas, domina-la com sua excitante virilidade, escraviza-la com sua paixão avassaladora, e depois proclamar ao mundo: "Esta mulher me pertence. Farei dela o que bem entender!"

Clássicos Históricos 12

 

Atenção, resenha com spoilers.

Respirando fundo, vamos lá.

Rede de Sedução é um livro polêmico, em diversas discussões com as meninas do @ARFortaleza sempre temos opiniões divididas umas amam outras odeiam. Eu gosto da estória, mas odeio a atitude de alguns personagens vamos a minha análise.

Primeiramente Rede de Sedução foi publicada pela Nova Cultural na coleção Clássicos Históricos, e pasmem o livro não se trata de um romance histórico, o que em minha humilde opinião significa que quem quer que tenha selecionado a obra e a direcionado a publicação nos Clássicos Históricos sequer leu o livro. Realmente, lendo a sinopse até parece mesmo um romance histórico, mas não é, está longe disso. Detalhes como esse me fazem enxergar como os responsáveis por nossos romances aqui no Brasil são desligados e descuidados com o compromisso para com o leitor.

E vamos falar da estória em si. Deus do céu, já ouvi falar em Síndrome de Estocolmo, mas esse livro é o cúmulo. Alexei é tão lindo quanto é vil. Sequestra, estupra, humilha e maltrata Hope e a desgraçada ainda se apaixona por ele. Com assim Hope, cadê seu amor próprio?!

Gosto muito do conflito interno do Alexei entre amar e odiar Hope, a filha de seu inimigo e instrumento da sua vingança, mas odeio mesmo a postura da Hope por aceitar o que o Alexei faz com ela, por ser simplesmente uma conformista em muitos momentos. Só tenha uma coisa a dizer: ô mulher lesada!. Essa nasceu para ser Amélia.

Enfim, se depois de tudo isso, ela tivesse mudado, Alexei tivesse sofrido muitooooo, tivesse verdadeiramente se arrependido acho que poderia até engolir, mas não no final o desgraçado estraga tudo simplesmente a obrigando a casar com ele. Pois é gente, depois de tudo, nem ter o direito de escolher se quer casar com ele ou não a criatura não tem. Alexei é sacana, pois usa de seu nome, dinheiro e influencia para meio que chantagear Hope, algo do tipo: Case comigo ou tiro nosso filho de você.

Até o último momento ele age como um troglodita e ela como uma Amélia resignada. Isso me deixa revoltada. Alowwww, sou uma mulher do terceiro milênio. Como é que posso conceber uma situação dessas?

Sem contar que o pai da Hoper que não é pai da Hope também é um sacana, mas que no fim não merecia receber uma visitinha do Alexei no hospital, pois o Alexei foi lá só para matá-lo mesmo que não usasse suas próprias mãos.

Aí fico a imaginar como um homem como Alexei pode ser um mocinho de romance, gente ele é sequestrador, estuprador, manipulador, cruel e assassino. Aí vejo como os valores estão invertidos.

Desculpem pelos spoilers, mas não dava para eu opinar sobre esse livro sem tocar nesses pontos chaves, eu gosto de Penny Jordan, mas essa mocinha que ela criou, para mim foge do estereótipo de mocinha bobinha, para mim ela é mocinha masoquista mesmo, uma vergonha as mulheres.

 

12 comentários :

  1. Cara, como nunca vi esse livro?
    Preciso ler/ter ele o mais rápido possível!
    Almas caridosas que não gostaram do livro ai do ARF mandem ele pra mim, em troca... Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Leninha somos duas. Ainda não li, mais fiquei com vontade de ler para ver a minha opinião.

    ResponderExcluir
  3. Ja li umas 65665461641 vezes esse livro.

    Eu gostei, serio mesmo. Muito, rsrsrs


    mas, adorei o jeito q vc colocou, rsrs

    ResponderExcluir
  4. Ca-ra-ca!!! Esse livro me dá tremiliques até hoje. Enjoo. Náusea. Asco. Argh...

    Concordo com tudo o que vc falou. Esse é um dos piores livros que já li. O motivo? Vc explicou muito bem:

    Aí fico a imaginar como um homem como Alexei pode ser um mocinho de romance, gente ele é sequestrador, estuprador, manipulador, cruel e assassino. Aí vejo como os valores estão invertidos. (...)essa mocinha que ela criou, para mim foge do estereótipo de mocinha bobinha, para mim ela é mocinha masoquista mesmo, uma vergonha as mulheres.

    A única parte interessante do livro é o romance secundário da amiga de Hope. Só.

    Sei que tem quem gostou do livro, e eu as respeito, mas sinceramente não vejo como. Mocinho estuprador??? Tô fora. Aprendam com Patrick O'Casey (Lição de Sedução - Sandra Canfield). Aqulio sim que é mocinho!!!!

    Ah, ótima resenha essa sua. Adoreeeei!!!!! rs...

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que livro polêmico.
    A resenha ficou forte, como parece ser o livro. Esse não quero nem ler para não deprimir.
    Penso que o mocinho pode ate ser malvado, a mocinha tonta de tudo, mas valores básicos tem que ser mantidos. Romance é romance...
    Bjkas!!
    Monique

    ResponderExcluir
  6. Suelen realmente, a Penny me decepcionou nesse livro, sempre sou preparada para mocinhas bobas e ingenuas vindo dela, mas nesse livro aí extrapolou tudoooo.

    Tb concordo com vc Monique, alguns valores básico devem ser mantidos

    ResponderExcluir
  7. Meninass! Eu já li esse livro algumas vezes é meio estranhos.. algumas vezes que li, amei, outras, odiei... É como o meu caso de amor e ódio com o Lyon Falconer do livro "Cigana" da Carole Mortimer.. mas.. enfim.. O Rede de Seduçao, eu inclusive ganhei de uma amiga da comu Adoro Romances ha anos atras, pq falavam tanto nesse livro q eu queria mt ler.. no fim da primeira vez q li, apesar de chocada, amei.. mas depois, qnd li de novo, odiei o Alexei.. de verdade, gente.. E a Hope.. uma boboca! #SindromedeEstocolmoFacts, com certeza!

    hahahha.. quase uma resenha, esse coment, de tao grande..

    Bjks!

    amantedodeserto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. adorei seu coment Luciana. e realmente esse livro é uma caso de amor e ódio. Ainda não tive a oportunidade de ler "Cigana" da Carole Mortimer, mas todos dela que li até agora eu adorei. Bjs, obrigada pelo coment e continue nos visitando. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Particularmente, eu prezo muito a força de vontade de uma personagem ao receber um baque. Vc leu meu REE, e o quando Mairi se esforçou pra superar o estupro que sofreu. Nunca tolerei esse livro da PJ exatamente por isso e, apesar de ama-la mto, principalmente seus demais livros, esse foi a maior pisada na bola q ela deu. Detestavel é apelido.

    ResponderExcluir
  10. pois é Josy, tb curto Penny e as mocinhas bobinhas que ela cria, mas esse livro não me desce. fica entalado.

    ResponderExcluir
  11. no livrinho Rede de Sedução que li, não aparece a parte que Alexei vai ao hospital para matar o pai de Hope. estou extremamente curiosa, e se você puder me enviar um email com o trecho da visita, eu agradeceria muito.

    ResponderExcluir
  12. Para as fãs de Penny Jordan: Li a versão de Rede de Sedução da Penny Jordan veiculada por aqui e ela é completamente diferente do original. No original, Hope é uma típica mocinha bobinha de Penny Jordan e Alexei não é o troglodita que foi descrito nessa cópia FanFic. Então para quem realmente é fã de Penny Jordan e ficou traumatizada com essa versão que circulou por aqui,recomendo a leitura do original.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...