segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Tudo por Amor - Judith McNaught

154572

Julie é uma menina que perdeu os pais e vivia num orfanato até que uma família decide adotá-la. Porém ela acredita que não merece, por ser essa uma família de moldes perfeitos, coisa que Julie não acreditava ser. Por isso, durante toda sua vida se esforçou ao máximo para ser perfeita e se encaixar entre eles.

Zack nasceu entre os privilegiados, porém num momento de sua vida, sua avó decide expusá-lo de casa e se esquecer que ele existe. Consegue seguir adiante como ator e diretor de Hollywood, mas a morte de sua mulher durante um estranho acidente durante a rodagem de um filme, o converte em um presidiário. Decide fugir para provar sua inocência e no meio do caminho ele cruza com a doce Julie, tão diferente das falsas atrizes que ele estava acostumado.

Num set de filmagem, o brilhante e intratável Zachary Benedict dirige com mão de ferro um importante elenco de atores encabeçado por sua esposa, a bela e promissora Rachel. Certa noite, Zach e a equipe técnica chegam inesperadamente ao hotel e deparam-se com Rachel nos braços do astro do filme. Humilhado publicamente, o diretor ainda tem de arcar com a obrigação de terminar o filme conduzindo as cenas da esposa adúltera com seu amante. Mas uma tragédia acontece: as balas de festim utilizadas na filmagem são misteriosamernte substituídas por balas de verdade. Rachel é mortalmente ferida e Zacharias acusado e condenado. Alegando inocência, ele consegue fugir da penitenciária, levando como refém a professora Julie Mathison. Longe de se deixar intimidar, a sofrida e doce Julie consegue penetrar no embrutecido coração de seu raptor; certa de sua inocência, ela está disposta a ajudá-lo a descobrir o verdadeiro assassino de Rachel - uma pessoa acima de qualquer suspeita que não hesitará em voltar a matar para proteger seus interesses?

BarraFloresCTV_10a

Eu precisava resenhar este livro, senão por mim, pelo menos em homenagem as minhas queridas amigas Judith-McNaughtianas Jeanne Rodrigues, Liliana Rodrigues, Sueli Jansen, Karyne Nobre e agora a também contaminada, Rafela Carvalho porque elas me incentivam constantemente a ler e ler e ler “porque são romances maravilhosos” na opinião unânime delas.

Antes deste livro, tinha um preconceito terrível contra esta autora porque os livros dela ultrapassam seissentas páginas (pasmem vocês!). E com tanta coisa para ler com uma fila que só cresce (graças a Deus), parar de ler livros pra ler um que ocuparia espaço de três ou mais… Essa autora virou sinônimo de burocracia literária.

Pois bem, a estória é maravilhosa. A ideia principal, o desenrolar da trama, tudo é maravilhoso… O mocinho é sofrido e um casca-grossa refinado sem ser ignorante. A mocinha é uma sofrida vencedora. Os caminhos de ambos se cruzam de uma forma inusitada e contundente. É atorodoante a forma com que o romance se desenvolve. As situações que se desenrolam são de deixar o coração da gente na boca.

O pano de fundo é um crime: matam a esposa do mocinho e ele torna-se o principal suspeito e, de repente, de estrela ovacionada pelo público e pelo cinema, Zach vira um assassino foragido e perigoso.

A despeito de tudo, mesmo com o mundo inteiro o acusando de um crime, mesmo o Zach sendo seu captor, Julie decide acreditar nele, confiando-lhe sua virgindade e seu amor.

Mas e quem disse que as coisas são fáceis assim? Quem disse que só amar alguém com um passado tão complicado e repleto de ódio é o bastante?

Quando as coisas se desenrolam e Julie se vê odiada por Zach, eu o odiei também… E sou bastante sincera em afirmar que não sei se ia aceitá-lo de volta. Mesmo que ele não tenha culpa e que tenha sofrido demais… Mesmo que as evidências apontassem para Julie ser uma traidora… Ainda assim, pelo que viveram antes e pela postura dela defendendo seu raptor para o mundo inteiro, eu realmente não sei se o perdoaria, porque o que ela sofreu é de partir o coração. Então, desejei o meu bom e velho castigo para mocinhos-vilões: um tobogã de gilette com um tambor de álcool embaixo para ele sentir na pele o que a fez sofrer injustamente.

Em meio a tudo isso, Zach tem um amigo que vale ouro e essa amizade é simplesmente linda! Assemelha-se a mim e a minha siamesa Adriana Boattini. Também louvo a capacidade de luta, persistência, perseverança e sobrevivência de Zach. Ele faz jus a expressão “Duro na queda”.

Recomendo o livro para todos aqueles que têem saco para ler muitas e muitas páginas numa estória que sairia muito boa se contada em menos da metade do que a autora levou para escrever. Quantidade nunca foi sinônimo de qualidade, por isso, abandonei o livro três vezes por não suportar tanta ladainha.

A estória é linda, mas tão cedo quero ver um livro tijolão de mais de seissentas páginas da Judith. Lamento, meninas, mas o meu preconceito persiste…

Hasta la vista!^^

SuzanaPandora


Ficha Técnica:

Editora: Best Seller
Assunto: Literatura Estrangeira - Romances
ISBN: 8571236119
ISBN-13: 9788571236110
1ª Edição - 1997
672 Páginas

27 comentários :

  1. Nossa eu amo romances, e amo outros gêneros de livros também, ler é tudo de bom né!
    Adorei sua resenha, deu de ver a sua empolgação com o livro nela. Quando eu leio algum livro e gosto muito, tenho até dificuldade de resenhar,k a única coisa que tenho vontade de dizer é: "leiam este livro pelo amor de Deus"
    Realmente adorei sua resenha, nunca li nada desta autora, mais vou procurar por livros dela com certeza.
    Beijokas pra você e boa semana.
    Brih
    Meu Livro Rosa Pink

    ResponderExcluir
  2. Su,

    amiga, não faz isso.

    Não desista da Judith, ela é diva e seus romances ainda que longos são mais que especiais.

    Bjos,

    ResponderExcluir
  3. Suzana amiga não desista....

    Como disse Jeanne os livros da Judith são especiais.Ela merece sua persistência!!!
    bj

    ResponderExcluir
  4. Essa foi a resenha mais contraditória que já li. Estou rindo até agora.
    E pelo visto terei vontade de torturar o mocinho de forma lenta e agonizante por ser um grande idiota.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. OMG eu acho que ia gostar muito de um livro assim. Adoro estorias com esse tipo de trama, mas o livro ter 600 paginas meio que me desanima um pouquinho #mimimi

    Acho que vou aproveitar o descontinho da saraiva e comprar um livro dela. Isso se os preços não tiverem absurdos né? kkk

    adorei sua sinceridade na resenha, beijos


    OBS:Pq acho que vou ficar suspirando pelo Zack? kkk

    ResponderExcluir
  6. Adoro livros grossos. Acho que é porque não quero que a estória acabe nunca! Mas já ouvi falar, e muito bem por sinal, dessa autora. Achei interessante essa temática e adoraria ler.

    ResponderExcluir
  7. E eu amo livros enoooormes! Se for bom então, melhor ainda, demora mais pra me despedir dos personagens, rsrs! Eu fiquei apaixonada pela resenha e já vou procurar o livro pra comprar, a história me cativou muito, agora quero saber o que mais acontece com Zachk e Julie!Bjo!

    ResponderExcluir
  8. OLHA, NÃO ACREDITO... é PRATICAMENTE IMPOSSÍVEL NÃO GOSTAR DESSE LIVRO...HUAHSUAH
    Bom, eu amei e se o livro tivesse mais de 100 páginas eu leria com gosto, degustando cada parágrafo, cada página ^^ AMO OS LIVROS DA DIVA!!

    ResponderExcluir
  9. Nossa eu ainda não li nenhum livro dessa autora,mas depois dessa resenha me deu vontade de ler esse...

    ResponderExcluir
  10. 672 páginas de romance? Não sei se eu aguentaria :s

    ResponderExcluir
  11. Apesar de geralmente o pessoal criticar muito personagens inseguras, eu gosto delas. Quando vi o livro achei que fosse um romance mamão com açucar, me enganei, tem até assassinato. Vou te dizer, 600 páginas dá sono só de pensar nesse tanto, confesso que me assustou, rs, mas é triste quando metade é enrolação.
    Bjo!

    ResponderExcluir
  12. poxa, preciso ler judith, todo mundo fala bem dela... adorei a resenha, mas por mim ja tinha lido essa resenha ha um tempo, sera que foi uma premoniçao? serio mesmmo...rsrs

    ResponderExcluir
  13. com certeza esse é um romance completo. drama,suspense, amor , mistério e o melhor de tudo, tem quase 700 páginas.

    ResponderExcluir
  14. nossa bem triste a hitória da Julie ... to loco pra ler..
    @rafa__rafa

    ResponderExcluir
  15. Amo demais os livros da Judith McNaught, não tem como não se emocinar com os livros dela *-*
    Uma DIVA!
    Esse livro vai para minha lista de desejados com certeza!
    Beijos
    Amei a resenha :)
    Elidiane Ferreira da Silva'

    ResponderExcluir
  16. hahaha... isto é fato. Um livro grosso e não é daquele autor que podemos confiar que a leitura irá fluir, existe um certo receio... rs
    Não é meu estilo, acho que teria o mesmo receio que você, antes de ler, colocaria uma lista de prioridades antes rs
    Beijos
    Ana
    www.euleitora.com.br

    ResponderExcluir
  17. Eu nunca li um livro dessa autora, mas a historia é interessante. Eu tbm acho q 600 pags é demais... mas fiquei c aqla vontade de ler...

    ResponderExcluir
  18. Mocinhos babacas e 600 páginas. Se tá todo mundo dizendo que é bom, talvez eu deva dar uma chance! Mas é provável q eu levasse umas 2 semanas pra ler. o.o Mas eu já ñ fui com a cara desse mané desse Zach...

    ResponderExcluir
  19. Sou suspeita para falar de Judith Macnaught... adoro os livros dela (mesmo sendo tijolões repetitivos as vezes!).
    Esse ainda não li, mas está entre os desejados faz tempo. Gostaria muito que publicassem novas edições...
    Bjkas,

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  20. Nunca li nenhum livro da Judith Macnaught, mas adoro romances e tenho vontade de ler.

    ResponderExcluir
  21. Eu gosto de livros grandes e completos porque tem escritores que começam a escrever um livro e não tremiam e acabam parando na 1° parte e deixa todo mundo curioso

    ResponderExcluir
  22. Maravilhoso este livro! Simplesmente lindo!

    ResponderExcluir
  23. Mais de 600 páginas, parece um desafio! Mas eu gostaria de ler...

    ResponderExcluir
  24. 600 páginas?
    Eu adorei sua resenha mas nem Guerra dos Tronos consegui ler ainda.
    Mas pra lista de um dia sem TV, Rádio, MP4 e talvez até sem luz pra eu ler.

    Bye

    ResponderExcluir
  25. Não tenho nem o que falar sobre essa escritora, ela é simplesmente demais. E mais de 600 páginas, isso é o que a gente quer mesmo!!

    ResponderExcluir
  26. não é um livro que me atrai... mas parece ser interessante pra quem é fã do gênero.
    ficou ótimo
    beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...