quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

O Dia da Caça – James Patterson e @editoraarqueiro

diadacaca

Sinopse:

Alex Cross está diante do criminoso mais cruel que já enfrentou Quando o detetive Alex Cross é chamado para investigar um caso de assassinato, depara-se com a cena de crime mais terrível que já viu em toda a sua carreira: uma família inteira foi morta dentro de casa. Tudo fica ainda mais chocante quando ele descobre que uma das vítimas é Ellie Cox, sua ex-namorada dos tempos de faculdade. Furioso, Cross decide pegar o assassino a qualquer custo Logo depois outro crime acontece, novamente envolvendo uma família inteira, só que dessa vez alguns membros dela estavam nos Estados Unidos e outros, na África. A investigação leva a crer que o assassino, conhecido apenas como Tiger, viajou para a Nigéria. Sem hesitar, Cross vai atrás dele. O detetive entra numa caçada implacável, numa terra sem lei Ao chegar lá, Cross se vê diante de um terrível cenário de miséria, violência e guerra civil iminente. Sem nenhuma ajuda, ele se envolve numa luta contra a corrupção e contra uma conspiração que parece não ter fronteiras, que pode pôr em risco sua vida e a de todas as pessoas que ele ama.

Autor: James Patterson

Tradutor: Fabiano Morais

Editora: Arqueiro

Publicação: 2011

Páginas: 212                                                                                 

A série

ac

Alex Cross

Alex Cross iniciou sua carreira como investigador particular em Washington, D.C. Em seguida, entrou para a Polícia de Washington, trabalhando em Homicídios e Grandes Crimes. Sua especialidade é a confecção de perfis. Cross trabalhou com o Programa de Apreensão de Criminosos Violentos, atuando como elo ligação entre o FBI e a polícia da capital americana. Uma vez terminado o período que passou como Agente Sênior do FBI, Alex retornou à clínica particular de psicologia, e continuou atuando sempre que necessário como consultor para a Polícia de Washington e para o FBI. Ele voltou à força policial da capital como consultor especial para o Esquadrão de Grandes Casos.

Livros da série:

Sobre o livro

O Dia da Caça é um livro totalmente desaconselhável a pessoa muito sensíveis e que não toleram violencia nua e crua. Se você  não tem o estômago forte passe longe, pois O Dia da Caça promete um banho de sangue e mistério.

A trama de Patterson é repleta de toda espécia de crimes violentos que se pode imaginar: estupros, infanticídio, tortura são apenas umas das mostras de violência que encontrará na obra. O autor descreve com um realismo tão incrível que diversas vezes tive de parar, respirar fundo entre os capítulos para poder aliviar um pouco. Mas apesar da violencia me fascina a forma como Patterson consegue prender a atenção do leitor e fazê-lo cogitar hipóteses e criar teorias sobre os assasinos em série.

Não tem como eu falar como coisa do livro sem acabar falando spoilers. Mas só digo uma coisa para fãs do gênero policial esse vai ser livro de cabeceira, até mesmo eu cuja preferência são os romances gostei e muito do livro e Patterson me deixou na vontade de investir mais e mais na leitura desse gênero para que até mesmo eu consiga ler um livro com todo esse tipo de intensidade como O dia da Caça em uma única sentada.

O que achei estranho foi que a Arqueiro nos apresentou primeiramente O dia da Caça e depois Eu, Alex Cross, sendo que O dia da caça é o quarto livro da série Alex Cross e  o Eu, Alex Cross é o terceiro livro conforme consta no site do autor. Mas apesar desse detalhe conseguimos compreender o livro perfeitamente sem prejuízo ao enredo do mesmo, mas eu realmente gosto e prefiro que a ordem das publicações seja mantida como a original.

Uma característica muito interessante na escrita de Patterson é a opção por capítulos curtos, o que achei super satisfatório por eu poder dar um respirada em um e outro capítulo mais forte. O autor não fica embromando na trama, ele é bem objetivo, a história "acontece" desde a primeira até a última página.

Enfim, mais uma série para ficar viciada e comprometer meu já tão comprometido orçamento para aquisição de livros, masuma coisa posso garantir o investimento vale a pena, só ressaltando que pessoas muito sensíveis poderão ficar desgostosas com certas cenas do  livro que como já falei são detalhadamente descritas com um realismo impressionante.

http://www.editoraarqueiro.com.br

http://www.editoraarqueiro.com.br/jamespatterson/

http://www.jamespatterson.com/



8 comentários :

  1. Realmente, este livro é uma sequencia de outros que já foram publicados por outra editora, e dá muito vontade de ler o outros para entender melhor qual é a desse detetive, kkk
    Também senti que tem muitos momentos sangrentos e eu não queria ler aquilo, não mesmo.
    Adorei sua resenha, beijos

    ResponderExcluir
  2. Já li o livro e gostei muito. O gênero me agrada e a redação fluida facilita a leitura.
    Por diversos momentos fiquei chocada com as descrições e me perguntando o quanto daquilo pode ser real...
    Bjkas,

    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  3. uau Alê! eu sabia que era livro policial mas eu nao imaginava que fosse tao intenso! Ja quero muito ler e a sua resenha ficou mto boa, cumpre o que promete, que é fazer a gente ter vontade de correr e comprar o livro. bjs

    ResponderExcluir
  4. Ele está na pilhinha da estante.
    Li O diário de Suzana para Nicolas e fiquei encantada com o Patterson!

    ResponderExcluir
  5. já algum tempo os livros dele estão na minha lista de desejados,agora é correr pra livraria mais próxima,pra adquirir meu exemplar.

    ResponderExcluir
  6. Tô lendo... parei no meio, empaquei! Mas vou voltar a ler!

    ResponderExcluir
  7. Ops,já me assustei com o primeiro parágrafo da resenha, porque eu me enquadro nos critérios mencionados... rs No entanto, como fã de policiais acho que não resistirei e acabarei buscando ler o livro ainda que me choque ou mesmo pule as descrições detalhadas e realistas como vc disse.
    Tendo a oportunidade de ler, retorno para deixar a minha opinião.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...