quinta-feira, 5 de julho de 2012

Para Sempre–Kim e Krickitt Carpenter

Para SempreA vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.

Bom, pra começar sei que andei meio sumida do blog, mas por um bom motivo, aliás, um motivo maravilhoso, no começo do ano começaram minhas aulas na faculdade e eu fiquei atolada de trabalho até a alma, porém agora minhas férias chegaram e eu resolvi colocar em dia as minhas resenhas(#TodasComemoram).

Li Para Sempre no comecinho de abril, contudo além da falta de tempo pra resenhar fiquei meio em dúvida sobre o que falar do livro. Quando saíram as primeiras notícias sobre o livro minhas expectativas foram as maiores possíveis. Como uma fã inveterada de romances fiquei imaginando bilhões de coisas principalmente depois que vi o trailer do filme, fiquei esperando algo bem parecido ao meu mestre e senhor Nicholas Sparks, mas com final feliz.

A história só ganha o status de bonita e emocionante porque de fato aconteceu, ver que para algumas pessoas os votos feitos no dia do casamento são realmente importantes e que devem ser levados a sério é muito lindo, mas se eu dissesse que o livro é recheado de grandes momentos românticos como eu esperava estaria mentindo descaradamente.

Depois de passar anos lendo Nicholas Sparks, fiquei completamente desolada ao ver uma história curtinha se tornar um pesadelo de leitura para mim, foram as 144 páginas mais longas da minha vida logo eu que devoro isso em três horas rapidinho. Então vocês são capazes de entender a decepção que senti, quando comecei a ler o livro e vi que não era nada, mas nada mesmo do que eu esperava. O Romance do livro para mim foi algo mecânico, bem insípido.

Acho que o maior problema na história é a forma pela qual ela foi contada, a narração predominou quase o livro inteiro e isso foi à morte de uma história que tinha tudo para se tornar um dos meus livros preferidos.

Mas como gosto literário é algo bem particular aconselho que leiam e tirem suas próprias conclusões, pois já ouvi uma opinião contrária a minha de uma grande amiga.

assinatura_1

3 comentários :

  1. Eu me interessei por esse livro depois de ver o trailer do filme, na verdade nem ao menos o conhecia antes disso, acho que vou ler, posso ter uma boa surpresa! ^^

    Beijos

    Gih
    @GKastmaker
    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho esse livro... depois da resenha, tenho certeza que ele vai pro final da fila. =/

    ResponderExcluir
  3. Este livro foi uma grande decepção... Primeiramente, me senti meio enganada pela capa e sinopse, que não informam o "teor cristão" do livro. Não consegui engolir o excesso de fé, e a história ganhou ares de enrolada. Exatamente como vc disse, o único fator "emoção" do livro é o fato de sabermos que se trata de uma história real.

    bj
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...