quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Garotas de Vidro – Laurie Halse Anderson

Garotas de vidro


SINOPSE:
“Lia e Cassie são amigas há anos, ambas congeladas em seus corpos. No entanto, em uma manhã, Lia acorda com a notícia de que Cassie está morta, e as circunstâncias de sua morte ainda são um mistério. Não bastasse isso, Cassie tentara falar com Lia momentos antes, para pedir ajuda. Lia tem de lidar com o pai, que é um renomado escritor, sua madrasta e a mãe, uma cardiologista que vive ocupada, salvando a vida dos outros. Contudo, seu maior tormento é a voz dentro de si mesma, que não a deixa se esquecer de manter o controle, continuar forte e perder mais, sempre perder mais, e pesar menos. Bem menos.”

Devo confessar que não foi fácil fazer a resenha de Garotas de Vidro, depois que li esperei um bom tempo para fazer a resenha porque o livro mexeu muito comigo, foi uma leitura difícil e por vezes angustiante, mas no fim valeu a pena cada minuto em que passei e sofri junto com a Lia.
Em Garotas de Vidro conhecemos Lia uma adolescente que sofre de Anorexia, ela vê a comida como um grande inimigo, e almeja ser cada vez mais magra por isso ela passa fome, chega a passar o dia inteiro com fome para não poluir o próprio corpo. Tudo começou quando Lia e sua melhor amiga Cassie resolvem apostar qual das duas será a garota mais magra da escola, com essa aposta as garotas acabam destruindo suas vidas, a obsessão delas pela magreza as arrastam em um redemoinho de culpa, sofrimento e autopunição.
Lia tem um péssimo relacionamento com os pais, sua mãe é uma cardiologista divorciada que não tem tempo pra prestar atenção nas atitudes da filha, o pai também é distante, a madrasta de Lia ainda tenta conversar com a garota de vez em quando, mas Lia a afasta, a única pessoa com quem Lia conversava era Cassie que deixou de ser sua amiga há alguns meses e agora está morta. Lia agora além de lidar com seus dramas têm que conviver com o fantasma de Cassie que passa a atormentá-la
No decorrer da trama vemos como os pais de Lia sofrem e lidam com sua doença, com os conflitos familiares, a falta de atenção e os medos da personagem. A autora conseguiu mostra de forma objetiva como os distúrbios alimentares afetam toda a família e que não sabemos como lidar com as pessoas que sofrem esses problemas.
Por vezes podemos considerar Lia egoísta e imatura, mas a grande questão é como ela ficou desse jeito. Por que o espelho virou seu inimigo e quando foi que os números da balança passaram a ser tão importantes.
Um livro complexo que mostra até onde uma pessoa é capaz de ir em nome da perfeição.

2 comentários :

  1. Nossa amei a resenha, eu ainda não li esse livro.
    Mas quero muito ler,
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu amei esse livro, eu também acharia difícil fazer uma resenha sobre ele. É impressionante como dá para sentir a angústia da personagem. Tem uma parte do livro que de repente a Lia para no meio de uma palavra e só o que você vê pela frente é página branca. Passei essas páginas, desesperada, para ver o que tinha acontecido.
    É um livro excelente, estou louca para ler outro dessa autora, fenomenal a escrita dela.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...