terça-feira, 9 de abril de 2013

A filha da feiticeira–Paula Brackston

 

A Filha da FeiticeiraA Filha da Feiticeira

 Paula Brackston

Meu nome é Elizabeth Anne Hawksmith, tenho 384 anos. Cada era exige um novo diário. Assim sendo, começa este livro das sombras.

Sinopse

Estreia de Paula Brackston no Brasil, A filha da feiticeira é uma história repleta de magia e feitiçaria, ideal para aqueles que buscam uma trama fascinante. O livro é maravilhosamente escrito, possui personagens bem-construídos e uma trama que prende o leitor até o fim.

Após a morte, em 1628, de toda a sua família, a menina Elizabeth, de 15 anos, consegue abrigo com o bruxo Gideon Masters. Contudo, ele a aprisiona e a inicia na magia, tornando-a um ser eterno. Com a fuga da jovem, anos depois, o tutor a persegue ao longo dos séculos, passando por momentos importantes da história da humanidade.

Com traços de romance histórico e elementos de fantasia, A filha da feiticeira é uma arrebatadora iniciação no mundo mágico, embora perigoso, da feitiçaria. É impossível esquecer essa heroína forte e independente, que sobrevive a pragas e guerras, na busca por se manter fiel a seus princípios.

A autora descreve com destreza épocas e locais distintos ao longo dos tempos, como a Inglaterra de 1628, a Paris de 1917 e os dias atuais. Para isso, Paula Brackston pesquisou durante anos as características das sociedades que lá viviam. No fim, uma certeza: o desejo urgente por uma continuação.

“O leitor não vai querer largar A filha da feiticeira. Cercada por feitiçarias e atravessando quase quatro séculos de história, uma heroína corajosa luta contra um poderoso vilão. O livro cativa e prende desde o início.” (Marie Claire)

Esse livro me chamou atenção logo que vi sua capa. Belíssima. Quando li a sinopse pensei: vou amar. E isso realmente aconteceu. O livro é muito bom. Paula escreve de uma forma singular. Não tem como você não se apaixonar pela história de Bess. A escrita é fluída e instigante.

Acompanhamos a história de Elizabeth Anne Hawksmith ao longo de sua vida de 384 anos. Elizabeth (ou simplesmente Bess) torna-se feiticeira após um pedido de sua mãe a um mago poderoso em um momento de grande desespero. E com esse pedido ela torna-se imortal. Como todo pedido, esse tem uma particularidade. Será que Bess estará disposta a pagar?

Bess não pode aproximar-se de ninguém, pois de um forma ou de outra Gideon (o mago) consegue sua localização e a atinge através de seus amigos. 

Além de Bess temos personagens riquíssimos como o próprio vilão Gideon, como Tegan, como Archie e tantos outros. Os personagens foram muito bem construídos e costurados ao enredo.  Passamos por quase quatro séculos durante a leitura, com fatos históricos bem desenvolvidos no contexto.

Outro ponto extremamente positivo é que a história nos traz personagens envolvidos em magia de uma forma mais adulta e séria. Temos o uso de ervas e dos elementos naturais, que caracteriza  que a autora buscou informações sobre o que estava escrevendo. É uma leitura imperdível. Leiam e encantem-se com a história de a filha da feiticeira.

2 comentários :

  1. Eu já vi essa capa por aí, mas ainda não sabia muito sobre o livro. Gostei bastante da ideia geral e depois da sua resenha fiquei com muita vontade de ler!!!

    Beijos

    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Acho que foi minha primeira resenha deste livro. Já anotei o nome.
    Bjs, ROse.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...