sábado, 2 de maio de 2015

As Batidas Perdidas do Coração

Sinopse: Viviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro. Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre.

Capa Comum: 406 páginas
Autora: Bianca Briones
Editora: Verus (2014)
Idioma: Português



O livro escolhido da vez foi As Batidas Perdidas do Coração da fofíssima Bianca Briones, autora nacional que confesso não deixa nada a desejar em comparação a vários livros no estilo “New Adult” que li de outras autoras internacionais. Na verdade esse livro foi o meu xodozinho de 2014. Não preciso nem dizer que li e reli e aniquilo minhas saudades relendo trechos que me emocionam sempre.
Posso proferir sem sombra de dúvidas que é um livro mais que completo para o estilo “New Adult”. Tem bastante romance, problemas familiares, pessoais e amorosos, brigas, amizade e erotismo na medida exata. O livro tem seu cerne fundamental sobre as escolhas que praticamos e a orientação que adotamos para nossas vidas, da nossa determinação de seguir em frente mesmo tendo que lidar com as adversidades, ou na nossa inércia em simplesmente se entregar e aguardar as mudanças. Esse livro me tocou profundamente, pois sei que escolher não é fácil, pode-se dizer até que é arriscado, pois quando fazemos nossas escolhas, temos que nos desprender e deixar as alternativas para trás.

"[...] quando o coração quer uma coisa e a mente quer outra, devemos pesar o que é mais importante para nós: a razão ou a emoção. E, se não conseguirmos chegar a uma conclusão satisfatória, o coração é o melhor caminho. A mente não vai se esquecer, mas o coração é capaz de superar tudo, caso tudo dê errado."

Com um estilo consistente e poderoso, sentimos a emoção pulando das páginas principalmente quando a cada inicio de capítulo é principiado com a parte de letra de uma música dando ao leitor um gostinho do que está por vir... O livro é todo narrado em primeira pessoa, alternando os capítulos entre as perspectiva dos protagonistas Viviane e Rafael. Viviane é uma moça rica que com 18 anos perde seu pai que sofria de câncer e precisa urgente “crescer” quando sua mãe mergulhada na depressão é incapaz de cuidar dela e do seu irmão mais novo, Rodrigo. Rafael faz o estilo rebelde, com tatuagens, que precisa trabalhar para se sustentar. Sofreu perdas irreparáveis na vida, trazendo uma carga emocional pesada de sofrimentos onde precisa cuidar de sua única família, seu primo Lucas. Os nossos personagens principais são verdadeiramente duas pessoas absolutamente divergentes que em nenhum momento conceberam entregar-se a um lindo, mas doloroso caso de amor, e que por uma intempérie da vida são conduzidos a se encontrarem pela força onipotente do destino. 

"(...) É o que ele chamava de 'batidas perdidas do coração'. Segundo ele, o coração nunca recupera o ritmo correto até se encontrar no peito da outra pessoa."

A diagramação do livro é simples, mas linda. Particularmente gosto muito da capa, tem tudo a ver com o livro. Não preciso dizer que a Bianca Briones me tornou uma viciada na sua história e aguardo ansiosamente a minha comprinha chegar, O Descompasso Infinito do Coração, o segundo livro da Série Batidas Perdidas que foi lançado agora em Abril de 2015. Assim que o livro estiver em minhas mãos, devoro... Ops! Digo leio e trago pra vocês a resenha quentinha combinado? E para completar As Batidas Perdidas do Coração 3 (ainda sem título definido), está previsto para Setembro de 2015. Ou seja, 2015 promete!
Leiam! Vocês não vão se arrepender.

"(...) Eu queria que amar fosse o suficiente. "


Um comentário :

  1. Oi!
    Bi é demais.
    Como não amar seus personagens? Como não ficar sensibilizada com seus dramas?
    Ansiosa demais para o próximo livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...